3 ações de Marketing de Guerrilha que explodiram nas redes sociais




No Marketing não há balas disparadas, mas há ações de guerra: se aplicarmos o conceito de marketing de guerrilha estamos a falar de campanhas inesperadas, fruto de ações “surpresa” que são pensadas de forma criativa e, maioritariamente, com orçamentos reduzidos.

O Marketing de Guerrilha visa a promoção de produtos e serviços de forma pouco convencional e é considerada uma tática alternativa para crirar experiências memoráveis e impactantes no comsumidor, levando-o a consumir a marca ou a “falar” sobre ela nos social media, que é nos dias de hoje a melhor forma de avaliar a ação de marketing.

 

FRONTLINE

A conhecida marca de repelente de insetos para animais colocou uma imagem gigante de uma cão a coçar-se no chão de um shopping, na Indonésia.

Os clientes do estabelecimento, caminhavam normalmente por cima da imagem, mas vistos do segundo andar estes eram a pulgas na imagem do cãozinho.

 

 

IKEA

Acusados de ter produtos sem durabilidade e com fama de descartáveis , o IKEA com o objetivo de provar a sua qualidade, colocaram sofás e abajures no metro de Paris, onde passam diariamente milhares de pessoas.

Os objetos estiveram lá durante 2 semanas e os resultados da campanha foram muito positivas – impacto nas redes sociais gigante, e os sofás nao ficaram destruídos.

 

 

UNICEF

A UNICEF utilizou o Marketing de guerrilha em prol de uma causa nobre.: chamar a atenção dos países mais desenvolvidos para os problemas enfrentados pelos países mais empobrecido relativos à falta de água potável, engarrafando um líquido sujo e oferendo essas águas em Nova Iorque.

Como se pode imaginar, ninguém bebeu essa água, mas a ação levou a uma consciencialização para esta problemática e ainda resultou em vários donativos.

 

 


Em que lhe podemos ser úteis?
Necessita de um orçamento?
Tem alguma dúvida?

Estamos inteiramente disponíveis para o ajudar.